Réquiem pra uma árvore

Foto: Carlos Emerson Junior

A árvore jaz morta na calçada,
com a base de seu tronco quebrada.
Não sei se foi o vento,
um veículo, até mesmo um raio.
Será que ela estava doente?
Teria sido vítima de uma violência gratuita?

Em uma cidade cercada pela Mata Atlântica,
mas onde, que ironia, poucas ruas são arborizadas,
a visão da árvore morta na calçada dói.
Muito!

*****

Sábado, dia 13 de outubro. Rua Dr. Barcellos, quase esquina com a rua Sara Braune, aqui nas Braunes, Nova Friburgo.