Supersticioso, eu? Imagina!

Publicado no A Voz da Serra

Foi só contar na crônica “Bobagens”, publicada na coluna do Light da semana retrasada, que quase embarquei em um avião com um livro sobre acidentes aéreos embaixo do braço e logo chegaram comentários e mensagens, a maioria indagando o que é que eu tenho na cabeça. Pois é, meus caros leitores, a essa altura da vida, acho melhor nem pensar nisso. No entanto, concordo com vocês, superstição é uma coisa muito séria.

A querida amiga Yvone Dimanche puxou o assunto em uma rede social: “- pois vou te contar uma. Minha mãe faleceu há dez anos. Até hoje eu não consigo ver um chinelo virado que eu fico aflita. Não sei se você conhece a superstição, mas chinelo virado é morte certa para a mãe. Vá entender.” Credo, essa realmente eu não conhecia!

Superstição, ensina a internet, é a crença baseada na ideia de que determinadas atitudes, números ou palavras trazem azar ou sorte. Pode ser pessoal, religiosa ou cultural e todo mundo tem a sua, mesmo que não admita publicamente. Se deixar a bolsa no chão vai perder dinheiro, nunca passe por baixo de uma escada, quebrou um espelho ganha sete anos de azar e ficar se admirando em um espelho quebrado, aí danou tudo, perde a própria alma.

Tem mais, muito mais. Nunca abra o guarda-chuva dentro de casa, não acenda três cigarros com o mesmo palito (aproveite e pare de fumar, é mais saudável), crianças que montam em vassouras serão infelizes e nunca varra a casa durante à noite, você vai espantar a tranquilidade. Nunca entre em qualquer ambiente com o pé esquerdo, jamais misture leite com manga e lembre-se, só saia da cama com o pé direito.

O mais curioso é que, apesar da aparência repugnante e do medo que provocam, aranhas, grilos e lagartixas representam boa sorte para o lar. Aliás, matar uma aranha causa infelicidade no amor, sabiam? Os coitados dos gatos pretos também foram reabilitados. Se um deles entrar em sua casa, é sinal que você vai ganhar uma bolada (de dinheiro, que fique bem entendido).

As empresas de aviação, como todas as outras grandes corporações, também tem suas manias, embora nenhuma delas admita. A holandesa KLM, por exemplo, além de não ter a fileira de poltronas número 13 em nenhum de seus aviões, não usa a letra J em suas matrículas. A Gol faz o mesmo, só que com a letra S mas a grande vilã é a letra K, presente nos aviões envolvidos em pelo menos 9 acidentes gravíssimos no Brasil, desde 1948. Isola!

E por falar em letras, o mega empresario Eike Batista batiza todas as suas empresas com a letra X no final do nome e o velho lobo Zagalo é, ao contrário de toda a civilização ocidental, fã incondicional do número 13. Sua vida bem sucedida e suas vitórias no futebol provam que a superstição funciona muito bem em sentido contrário.

Eu não sou supersticioso. Aliás, não entendo porque os amigos morrem de rir quando faço essa solene e importante afirmação. O fato de torcer para o Botafogo não significa nada e nunca ninguém conseguiu provar que uso a mesma camiseta em todos os jogos ou desligo o som original da transmissão da partida pela TV (ouço pelo rádio). Isso é intriga de flamenguistas e vascaínos, só pode!

Mas para ser sincero, durante algum tempo só viajava do Rio para Nova Friburgo com um velhíssimo relógio digital no pulso que, por algum motivo, evitava que eu enfrentasse aqueles terríveis congestionamentos na Ponte Rio-Niterói e na infeliz da Avenida do Contorno. A alegria durou até o dia que precisei trocar sua bateria. O encanto simplesmente sumiu, os engarrafamentos voltaram e até hoje me arrependo de ter mexido onde não devia. Tento me iludir afirmando que só escrevo as crônicas nas segundas para aproveitar os assuntos do final de semana mas quem garante que não é só porque está dando certo?

Pois é, como alguém muito bem lembrou, superstição não tem 13 letras e se levada muito à sério, acaba virando um ritual e tomando conta de sua vida. Mas o que seria de nós se ela não existisse? De qualquer maneira, deixo a pergunta no ar: vocês são supersticiosos? Cartas para a redação.

3 comentários em “Supersticioso, eu? Imagina!

  1. Olá Carlos! São tantos blogs que visito pelo leitor do WordPress e tantos blogs bacanas que eu gostaria de ter mais tempo para visitar mais! 🙂 Estou mega contente por entrar aqui na sua plataforma. Já estou curtindo e seguindo!
    Muito bacana… Visual clean e conteúdo interessante. Congrats!
    Tenho um blog também, quando puder fazer uma visitinha ficarei mega contente e honrado, vou deixar o link abaixo!
    Bom, continue assim. Sucesso e boas postagens! 😉
    Ótimo começo de semana!

    My House: http://www.andrehotter.com

    HuG! 😉
    #SpreadTheLove

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s