Tom Jobim, 20 anos

Overmundo

Que falta faz Tom Jobim para o Brasil. E que destino macabro é esse que paira sobre nosso país, que parece levar logo embora tanta gente boa e imprescindível, deixando para trás um lixo quase impossível de ser recolhido. Seria alguma maldição esquecida lá atrás, provocada pelos equivocos de nossas origens?

Enfim, a Rolling Stone, em sua edição de 2008, se rende: “a verdadeira verdade sobre Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim haverá de ser exata quando, ao relatar o anseio original do carioca da Tijuca-de-Ipanema, em vez de lembrar que ele queria ser um arquiteto, afirmar que ele foi o mais brilhante arquiteto das harmonias e melodias brasileiras.”

E mais: “apesar de um dia ter afirmado que “fazer sucesso no Brasil é ofensa pessoal”, por conta das críticas locais ao refinamento de sua obra, igualmente taxada de americanizada, Tom nunca deixou de pensar em feijoada e caipirinha enquanto os donos do mundo lhe serviam champanhe e caviar e dançavam um som que nem era para dançar. Feito um “Garrincha de fraque”, Tom encarava o mais suntuoso teatro gringo como se fosse um inferninho do Beco das Garrafas, onde tocou pra ganhar uns trocados, no início dos anos 50. Acabou concedendo um típico chiado da Guanabara às idiossincrasias do jazz.”

O vídeo abaixo é simbólico. Traz sua última apresentação ao vivo no Brasil, exatamente no dia 27 de setembro de 1993, no Free Jazz Festival, de São Paulo. O time de músicos é um sonho: Herbie Hancock no piano e teclados, Ron Carter no baixo, Harvey Mason na bateria, Alex Acuña na percussão e os violonistas brasileiros Oscar Castro Neves e Paulo Jobim. A música é a belíssima Wave e a turma toca como se estivesse em uma reunião caseira.

No dia 8 de dezembro de 1994 o Maestro morria, deixando um vácuo impossível de ser preenchido. E muitas saudades.

Foto: Ana Lontra Jobim

3 comentários em “Tom Jobim, 20 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s