Existe vida após a juventude?

A frase, discretamente pichada na parede de um edifício comercial, na Praia de Botafogo, por algum motivo chamou minha atenção. Saquei o smartphone do bolso e tentei fotografar mas vê lá se motorista de ônibus espera um blogueiro enrolado com os comandos… O sinal abriu, o coletivo partiu e só deu tempo de copiar a pergunta: – existe vida após a juventude?

Sei não, descobri que meu tempo de elaborar uma resposta ficou lá atrás, na juventude, é evidente. Tenho a sensação de que qualquer coisa que disser agora, estará irremediavelmente contaminada pelo tempo, simples assim. Talvez, realmente, a vida termine, não aos 29 anos, como determina a lei, mas a partir do momento que nos tornamos pessoas sérias. Ou crescemos, como queiram. Daí para a frente, perdão, para baixo, é um caminho reto e sem volta.

Fazer o quê, não é mesmo? E enquanto estou aqui teorizando, explicitando, analisando e justificando, possivelmente o autor da pixação já deve ter até se esquecido de sua frase. Afinal, “ninguém é sério aos 17 anos.” Palavras de Rimbaud. Mas não faz mal, nós também já fomos assim. E se não aproveitamos ou percebemos, azar o nosso. E sem segunda chance!

Foto: Life (Woodstock 1969)

6 comentários em “Existe vida após a juventude?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s