Dia das bruxas

Porque as pessoas fazem abóboras iluminadas no Halloween do hemisfério norte? Não tenho a menor ideia. Mas tudo bem, como um bom blogueiro fui procurar no Google, achei e, em primeira mão, apresento para vocÊs a trágica lenda de “Jack Miserável”, uma cortesia do MadBizzarice:

  • “Jack, um irlandês muito mesquinho e extremamente briguento um dia se deparou com o diabo na sua frente, em uma taberna no dia das bruxas. Jack havia bebido muito naquela noite e tentou enganar o diabo oferecendo sua alma em troca de uma última bebida. Contente, o diabo se transformou em uma moeda para pagar a bebida, mas Jack resolveu guardá-la em seu porta-moedas. O diabo não pode voltar à sua forma original porque o porta-moedas tinha uma cruz. Muito espero, Jack fez um acordo com o diabo: ele só pediria a alma dele dali há 10 anos. Se concordasse, Jack o soltaria e o diabo não teve escolha.
  • Passados 10 anos, Jack se encontrou com o diabo, que já estava pronto para levar a sua alma. Jack tentou sacanear o daibo mais uma vez, pedindo para que o diabo pegasse uma maçã antes de levar sua alma. O diabo saltou pra cima da árvore, mas Jack rapidamente talhou uma cruz no tronco da árvore e prendeu o diabo lá. Dessa vez, o acordo era de que o diabo nunca mais pediria sua alma outra vez e novamente ele não teve escolha.
  • Anos mais tarde, Jack morreu e não pode entrar no céu, pois havia sido um bêbado e fraudador. Ao tentar entrar no inferno, o diabo teve que enviá-lo de volta, pois não podia ter sua alma por causa da promessa. O diabo recomendou que voltasse por onde viera, mas o caminho era extremamente escuro. O diabo jogou um carvão aceso diretamente do inferno para ele se guiar pela escuridão. Jack pegou um nabo* e colocou o carvão dentro, fazendo uma lanterna para guiá-lo. Ele estava condenado a vagar pelas trevas para sempre.

oOo

Pois é, de repente você percebe que sua filha caçula virou uma canadense quando ela manda um monte de fotos com as abóboras de Hallowen que ela mesma fez para comemorar o 31 de outubro, o Dia das Bruxas. Fico feliz e sossegado. Afinal, Jack Miserável e suas abóboras iluminadas são muito menos inofensivos (e até menos feios) do que as caras que vão nos acompanhar pelos próximos quatro anos, nos palácios governamentais e congressos por esse Brasil afora.

Vai ser um quadriênio das bruxas de arrepiar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s