A bestialidade espreita. Sempre.

A notícia com chamada na primeira página do portal de notícias Nova Friburgo em Foco é cruel, absurda e chocante:

“A morte brutal da comerciária Camila de Castro, 22 anos, foi a principal notícia em Nova Friburgo no final de semana. Ela foi encontrada ainda com vida por volta das 5h30 da manhã deste domingo, 24, na Praça Getúlio Vargas. Camila foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e morreu no Hospital Raul Sertã.

A polícia suspeita que a jovem tenha sido espancada e estuprada por seu algoz (es), já que ela tinha ferimentos graves nas partes íntimas.”

Leia na íntegra aqui.

Como assim? O que está acontecendo com Nova Friburgo? Aliás, com toda a raça humana, no varejo e no atacado? Estamos involuindo, caminhando para a barbárie? Quer dizer que uma moça – uma mulher – não tem mais o direito de andar com quem ou na hora que quiser? E o que dizer dos babacas que ainda comentaram nas redes sociais que “mulher que anda sozinha a essa hora está pedindo”. Está pedindo o quê, vagabundo?

Aparentemente o estupro foi na tradicional Praça Getúlio Vargas, em pleno centro da cidade, ou em suas imediações, o que não me surpreende. Não é de hoje que leio reclamações do seu abandono e insegurança. Infelizmente, além de uma vida perdida, a violência cometida contra essa jovem será uma mácula na imagem de Nova Friburgo, queiram ou não os sem noção de sempre.

Que todos os cidadãos de bem protestem contra essa bestialidade. Que a polícia não deixe esse crime sem solução. Que a justiça cumpra a lei e dê uma punição exemplar. Que a sociedade se organize e lute para que outros casos como esse nunca mais se repitam. E que as autoridades municipais finalmente acordem e comecem a administrar uma das cidades mais interessantes do Brasil.

Meus sentimentos à família da jovem Camila.

oOo

Atualização (26/8, 15 horas): a polícia civil de Nova Friburgo agora trabalha com a hipótese de atropelamento, já tendo inclusive os depoimentos de motorista e cobrador de um ônibus urbano da FAOL que seria o responsável. A dúvida é se ela teria sido realmente estuprada antes do acidente. Lembrando que a versão do estupro foi dada pelos bombeiros e médicos que atenderam a jovem na rua e no Hospital Raul Sertã. Humm, confundir atropelamento com estupro… Será que tem peixe grande nessa rede? Aguardemos.

oOo

Atualização (10/9, meio-dia): ninguém fala mais nada sobre esse assunto. Mesmo depois que o portal Nova Friburgo em Foco trouxe a informação do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Governo do Estado do Rio, que “entre janeiro e julho deste ano (2014), foram registrados na 151ª DP (Nova Friburgo) 37 casos de estupros, uma média mensal de 5,2 casos”, nada mais foi dito, comentado, contestado ou revelado sobre o assassinato da jovem Camila. Um silêncio conveniente?

oOo

Atualização (13/10, 17:45 horas): Cinquenta e um dias depois da brutal morte da jovem Camila, o assunto se perdeu nas ruas, corações e mentes friburguenses. Segundo a mídia, ‘as investigações seguem sob sigilo judicial’.

Pois é, coitada da família…

oOo

Atualizaçao (4/12/2014, 15:45 horas): três meses se passaram e nada foi apurado. Ou melhor, por força de uma investigação sob sigilo judicial, não sabemos sequer se as “autoridades competentes” chegaram a alguma conclusão. Infelizmente, isso é o Brasil…

8 comentários em “A bestialidade espreita. Sempre.

  1. Esse tipo de acontecimento tem me deixado cada dia mais triste e preocupada. Em primeiro lugar por ser mulher, em segundo lugar por ver que esse tipo de pensamento retornou com força total e se propaga na sociedade. Parece que voltamos a idade das trevas.Ou será que chegamos a sair dela? Começo a duvidar!

    Curtido por 1 pessoa

    1. E acho que piora quando acontece numa cidade do interior, como Nova Friburgo onde, mais ou menos, as pessoas se conhecem. É assustador e pode muito bem significar que estamos voltando para a Idade Média. Só faltam as fogueiras.

      Curtir

  2. Estupro ou atropelamento? O que me deixa bastante preocupada é SERÁ que estão tentando esconder alguma coisa? E, SE estão, “O QUÊ ESTÃO QUERENDO ESCONDER?” E, SE estão, POR QUÊ? Essa história está MUITO estranha!!! A cada fim de semana são centenas de garotas como essa, filhas minha, filhas sua, filhas de Nova Friburgo que frequentam a Boate e passam pela praça atrás de um táxi… Quantas mais morrerão? QUEREMOS A VERDADE! Que a verdade apareça, custe o que custar!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Ainda veremos muita coisa nessa praça totalnente abandonada…Não só a noite…o dia todo. ..pedintes..usuários de crack e outras drogas…todos morando dentro de um coreto fedido e abandonado. ..agora para se tirar responsabilidades passou a policia a dizer que foi atropelamento….existe uma diferença brutal entre as duas coisas….De novo abafa o caso. ..continuaremos sem policiamento. .fecha a cortina!! Só para lembrar que existe uma família chorando e querendo explicações. ..e uma cidade apavorada!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s