A última folha seca

O inverno chegou na frente do outono. Pelo menos aqui em Copacabana, onde só agora, no final de de julho, as amendoeiras resolveram soltar suas folhas e mesmo assim de forma tímida, longe de deixar as calçadas com um ar europeu ou algo coisa perto disso.

Mas o inverno deste ano, que chegou de uma forma, digamos, invernal, já se acariocou, colocou as havaianas, vestiu a bermuda e a camiseta e não sai da praia, aproveitando que a água do mar tépida e tranquila. Dizem até que comprou um traje de neoprene e dá longas braçadas lá pelo Posto Seis.

A chuva sim, essa desapareceu de vez. Dizem que amanhã ela volta mas, depois do fiasco da semana passada, quando desmentiu até mesmo os alertas da Defesa Civil, ninguém está colocando muita fé sequer em uma leve garoa para lavar o ar. Antes assim, no verão ela retorna furiosa com tamanho desrespeito e se vinga.

A boa notícia é que a praia, depois de um mês inteiro nas mãos de argentinos, alemães, chilenos, belgas, franceses, mexicanos e quetais, voltou às mãos (ou pés, se levarmos em consideração a turma que diariamente anda ou corre no calçadão) dos moradores que, coitados, estavam meio sumidos.

Coisa boa poder acelerar sem se preocupar com montagem de instalações, buracos de obras, pista interditada por qualquer bobagem ou questões de segurança! Hoje até senti alguma falta das multidões de turistas, todos mãos dadas, câmeras a postos e muita alegria, atrapalhando completamente nosso sagrado exercício de cada dia.

Em compensação, a turma da pesada já voltou e o policiamento agora é padrão Rio, ou seja, inexistente. É verdade! Na caminhada de hoje, vi apenas um policial, na altura do Copacabana Palace e nem sequer um guardinha municipal para atormentar os ambulantes…

É isso. As folhas vão secando, caindo e nem aproveitamos a estação. O inverno segue seu rumo indiferente e quando a gente percebe, o verão já está aí, com seu calorão de quarenta, cinquenta graus (novidade mais besta, sô!). E todo mundo, de repente, só faz reclamar desta vez o calor está insuportável.

Pois é…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s