Náufrago

“Quando perguntam de onde tenho ressurgido respondo: – Eu venho sempre à tona de todos os naufrágios.” (Mario Quintana) Apesar de tudo, nunca perdeu a esperança de escapar da tempestade. O bote, muito avariado, lutava para vencer as ondas e correntes. A noite tenebrosa, tomada pela chuva e vento, tornava a navegação quase impossível. Sabia … Continuar lendo Náufrago

Lugar nenhum

Os dados abaixo, levantados pelo jornalista Luiz Ruffato para o seu certeiro artigo “Um país apático, rumo a lugar nenhum”, publicado na edição eletrônica do jornal espanhol El País mostram, de forma resumida, é claro, como anda (?) o nosso país na área social. Vamos lá: “O Brasil figura entre os 10 países mais desiguais … Continuar lendo Lugar nenhum

Onça-parda

“Acordou inquieto, no meio da noite. Seria sede ou um maldito inseto?” Por algum motivo não conseguia dormir direito. Inquieto, virava de um lado para o outro da cama e o sono ia e vinha intermitente, como se alguma coisa angustiante estivesse acontecendo. Sentou-se, olhou com inveja a mulher roncando suavemente e resolveu ir ao … Continuar lendo Onça-parda